seg. out 18th, 2021

Crime ocorreu na madrugada desta sexta-feira (24) na Rua Natal, Conjunto Waldemar Maciel, na capital acreana. Suspeito seria um presidiário que usava tornozeleira eletrônica. Suspeito foi preso no bairro Papouco.


Corpo foi levado para o IML para exames cadavéricos  — Foto: Arquivo/Instituto de Análise Forense do Acre

Corpo foi levado para o IML para exames cadavéricos — Foto: Arquivo/Instituto de Análise Forense do Acre

Um homem foi morto na madrugada desta sexta-feira (24) na Rua Natal, Conjunto Waldemar Maciel, em Rio Branco. A vítima foi identificada no Instituto Médico Legal (IML) como Uylque Matreiro Ipolito, de 39 anos. Ele morreu antes de receber ajuda médica.

O Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) informou que Ipolito e um homem estavam consumindo bebidas alcoólicas em frente de uma casa quando houve um desentendimento. O suspeito seria um presidiário que usa tornozeleira eletrônica.

Testemunhas relataram que o suspeito teria desferido duas facadas na vítima, sendo que uma delas atingiu o tórax. Após o crime, o presidiário teria se evadido sentindo rua principal do conjunto em uma motocicleta.

Familiares da vítima chamaram ajuda médica, mas o homem morreu ainda no local. A Polícia Militar também foi acionada, isolou a área e chamou a perícia.

O corpo foi levado para o IML e liberado para os parentes ainda nesta sexta.

Suspeito preso

O delegado Cristiano Bastos, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), disse que a vítima e o suspeito tiveram o primeiro desentendimento na parte da tarde da tarde. Já no período da noite, eles se encontraram em um aniversário e tiveram um novo desentendimento.

O suspeito foi preso na manhã desta sexta no bairro Papouco.

“A vítima teria tentando agredir o autor, que de posse de uma faca o esfaqueou. Desde o momento da ocorrência nossa equipe passou a fazer diligências para identificar o autor, não encontramos no bairro Waldemar Maciel, onde foi o crime, e conseguimos prendê-lo no bairro Papouco. Lavramos o auto de flagrante contra ele e está à disposição da Justiça”, detalhou.

fonte: g1acre