seg. maio 23rd, 2022

AÇÃO SOLIDÁRIA

Além dos presentes e sacolões, as crianças foram contempladas com um café da manhã. Foto: Silva Barbosa.

Uma cartinha endereçada ao Papai Noel chegou ao quartel do 2° Batalhão de Polícia Militar (2° BPM). Entre os variados pedidos das crianças: brinquedos, material escolar e alimentos para a família. O espírito natalino tomou conta da unidade, que se uniu e realizou a arrecadação entre os policiais militares do Batalhão. A entrega dos presentes e alimentos foi realizada na manhã desta quarta-feira, 22 de dezembro.

Karolaine Lima, 24 anos, é moradora do bairro Taquari e, acompanhada dos seus dois filhos: Larissa Pereira, 5 anos e Galvão Pereira, 3 anos, chegou às dependências do Batalhão. Para ela, a ação solidária representa um momento importante. “Vocês estão realizando o sonhos dos meus meninos. Infelizmente eles me pediam e eu não tinha de onde tirar para dar. E assim, surgiu a ideia de ela escrever uma carta para o Batalhão”, relatou.

As crianças deram uma patrulhada nas proximidades do Batalhão. Foto: Silva Barbosa.

Larissa Pereira é estudante do Pré Escolar I, da escola Djanira Bezerra, e autora da carta. Com seu jeito tímido e acanhado, disse que sonha em ser policial. “Este ano quero pedir ao  Papai Noel uma boneca que fala 100 frases. Minha mãe não tem condições financeiras para nos dar, o que ela ganha dá só para a casa”, disse a jovem na cartinha.

O major Rogério Fonseca, respondendo pelo comando do 2° Batalhão, destacou o momento único para a corporação e para todos os militares que puderam fazer parte desta ação social. “Além de mostrar o caráter humanitário da nossa instituição, é uma ação gratificante para todos nós militares, em buscarmos ajudar o próximo, que se encontra em dificuldade, principalmente crianças e familiares”, relatou o oficial.

As famílias foram contempladas com a entrega de um sacolão. Foto: Silva Barbosa.

Outra cartinha recebida pelos militares foi encaminhada pelo Paulo Henrique, 10 anos, estudante do 5° ano da escola João Mariano. Acompanhado da sua mãe, Delzuite Rodrigues, 49 anos, ele pediu uma mochila escolar, para começar seu ano letivo e um sacolão para sua família. Paulo ficou agradecido pelo presente recebido. “Minha mãe não tem dinheiro para comprar, e eu queria ganhar uma mochila e um sacolão para nós, por favor”, relatou o jovem na carta.

Um café da manhã foi oferecido às famílias, após arrecadação entre os militares. Foto: Silva Barbosa.

A ação social terminou com um café da manhã oferecido pelos militares às crianças, além da entrega de um sacolão para cada uma das duas famílias. O evento contou com a presença dos militares da unidade

fonte: agencia.ac.gov.br