• seg. maio 20th, 2024

Após ser abandonado, acreano de 60 anos abre “processo seletivo” para escolha de novo amor

ByEdnardo

maio 24, 2021

Francisco Cruz Lima, 60 anos, que mora na rua Desembargador Távora, região central do município de Cruzeiro do Sul, está solteiro e em busca de uma esposa. A irmã dele, Glória Cruz, anunciou o pedido por meio de áudio em grupos de redes sociais.

Ela faz propaganda do irmão afirmando que ele tem 4 filhos já adultos , mora sozinho, tem casa própria, toda mobiliada e ganha um salário mínimo de Auxílio do INSS por ter tido um derrame cerebral. O homem ficou com sequelas na fala e em uma das pernas, mas não busca uma esposa apenas para as tarefas domésticas. Ele paga uma sobrinha para cozinhar e arrumar a casa, mas se sente muito só e busca um novo amor.

A irmã faz exigências, como a pretendente ter entre 40 e 50 anos e ter apenas um filho. “Só pode ter um filho porque ele só ganha um salário mínimo. Quem estiver interessada me procure aqui atrás do Hotel Swamy. Meu nome é Glória”, gravou ela.

O ex-diarista também manda um recado para as pretendentes: “vou cuidar muito bem e ser muito bom pra ela”, afirma ele que já teve dois casamentos.

Ouça o áudio:

https://w.soundcloud.com/player/?visual=true&url=https%3A%2F%2Fapi.soundcloud.com%2Ftracks%2F1053167332&show_artwork=true&maxwidth=740&maxheight=1000&dnt=1&utm_campaign=wtshare&utm_medium=widget&utm_content=https%25253A%25252F%25252Fsoundcloud.com%25252Fac24horas_com%25252Fapos-a-ser-abandonado-acreano-de-60-anos-abre-processo-seletivo-para-escolha-de-novo-amor&utm_source=clipboard

Com a primeira mulher viveu quase 30 anos e com a segunda, foi casado por 15 anos. A última esposa, Eleonisia, foi para o município de Marechal Thaumaturgo há 2 meses, não voltou mais e avisou que já está em novo relacionamento.

Seu Francisco ainda chora ao falar nela e a quer de volta, mas as irmãs não concordam com a ideia e querem que candidatas a serem esposas do homem se apresentem. “Ele se sente muito só e precisa de uma pessoa no dia a dia, coisa de casal mesmo. Mesmo com o problema na perna, ele faz as coisas dele e a sobrinha ajuda, mas ele precisa é de uma esposa”, conclui Glória.

fonte: ac24horas

By Ednardo