• qua. abr 17th, 2024

Chef de cozinha do Acre leva sua culinária a São Paulo e fatura R$ 1,75 milhão em 2022

ByEdnardo

maio 23, 2023

Amanda Vasconcelos saiu do Acre para estudar arquitetura na cidade de São Paulo. Longe de casa, encontrou uma forma de matar as saudades da terra natal: a culinária. Ela começou a cozinhar para si e depois para seus amigos. Decidiu fazer negócios em cima de suas habilidades. Hoje com 32 anos, a jovem é chef e idealizadora do restaurante Casa Tucupi e do bar Sobrado Tucupi. Os 2 negócios faturaram R$ 1,75 milhão em 2022.

Vasconcelos conta que começou a se profissionalizar no ramo quando era produtora de eventos. Ela era ousada, gostava de misturar comidas típicas acreanas com receitas internacionais. Chegou a vender mais de 400 pratos. As iguarias atraíam as pessoas pela curiosidade.

A jovem abandonou a graduação em arquitetura ao perceber que estava fazendo mais dinheiro enquanto organizadora do que com estágios da área. Afirmou estar de “saco cheio” do curso.

Em suma, a empreendedora admite que se inseriu no mercado gastronômico por acaso. “Eu tinha pensado em ser tudo, médica, veterinária, estilista, jornalista… menos cozinheira”, disse em entrevista ao PodSonhar, podcast dedicado ao empreendedorismo jovem brasileiro. O programa é apresentado por Miguel Carvalho.

Quem a ajudava a entender as receitas tradicionais do Estado eram as mulheres de sua família, especialmente a mãe e avó. A princípio, o pai da jovem enviava os ingredientes para ela embalados em isopor. A logística, inclusive, era um dos maiores desafios para a cozinheira quando começou a empresa. Não era fácil trazer elementos que só tinham no Acre para São Paulo.

Atualmente, relata Vasconcelos, muitos clientes se interessam em comprar os materiais. Ela às vezes atua como um meio de campo e revende algumas das entregas de seus fornecedores.

Os estabelecimentos agora contam com 12 funcionários. Oferece uma diversidade de pratos. O mais famoso é o sorvete acompanhado de formigas saúvas. A combinação viralizou nas redes sociais, principalmente o Tik Tok, e atraiu curiosos de todo o Brasil para o local.

“Fazia tempo que eu queria usar uma receita com formiga, porque eu acho muito legal”, afirmou Vasconcelos.

A inspiração para a iguaria veio da cultura dos povos originários no Acre. As pessoas na capital Rio Branco não costumam comer formigas, somente no interior do Estado. Apesar de não ter descendência indígena, Amanda Vasconcelos conta que o objetivo dos restaurantes seria justamente espalhar a vivência de suas origens para o máximo de pessoas possível. “O Acre existe” é o lema dos estabelecimentos.

A vontade de popularizar o Acre vem, também, de vários episódios xenofóbicos vivenciados pela chef de cozinha. Na época da faculdade, ela teria sido vítima de comentários que questionavam até qual era o idioma falado no Estado. “Esse pessoal de São Paulo é meio devagar, né? Porque não sabe nem que no Acre a gente falava português”, declarou enquanto ria.

Apesar de ter enfrentado os comentários, a empreendedora nunca perdeu a essência de sua terra natal. “Não sei o que eu seria se eu não fosse acreana”, disse.

A empresária ainda teve que enfrentar outro preconceito estrutural em sua jornada no mundo de negócios: o machismo. Ela avalia que sempre será vista de maneira diferente no mercado por ser mulher. Por isso, teve que se impor.

“Eles [os machistas] querem nos ver na cozinha, mas eles não querem nos ver sendo chef da nossa cozinha. Eles não querem nos ver sendo donas dos nossos negócios”, relatou.

A chef avalia que as mulheres ainda têm mais dificuldade de serem contratadas por outros fatores, como a possibilidade de engravidarem e terem que pedir licença maternidade. As empresas enxergam esse movimento como um gasto desnecessário, analisou. Para combater pensamentos do tipo, Vasconcelos prioriza funcionárias femininas em seus processos seletivos e incentiva os colegas a fazerem o mesmo. “Eu sempre falo: ‘gente, quando puder escolher mulher, vamos escolher mulher”.

SHARK TANK

Toda a história do Sobrado Tucupi e Casa Tucupi levaram a idealizadora dos restaurantes a participar do reality show no qual empreendedores podem tentar captar fundos de investimentos com grandes nomes do mundo de negócios do país.

Amanda Vasconcelos não conseguiu nenhum investimento, porém disse ter recebido dicas valiosas. Segundo ela, a conversa com os empresários durou cerca de duas horas. A versão que foi ao ar foi bem menor, cerca de 10 minutos. Em suas palavras, foi massacrada pela edição de vídeo do programa.

“Eu fui muito elogiada por eles, mas nada disso foi para o ar […] como eu não consegui investimento eles pensaram ‘vamos colocar a parte em que ela foi detonada.’”

Ela admite não ter se preparado para algumas perguntas mais técnicas sobre faturamento e questões de lucro. A empreendedora disse que nos bastidores outras pessoas levaram o Shark Tank mais a sério. Levaram até advogados.

“Eu aceitei o convite de participar e não sabia onde estava me metendo”. De toda forma, ela agradece a exposição que ganhou na mídia.

COMO ANDA O SETOR

Há 1,2 milhão de bares e restaurantes no Brasil em 2022. Dos negócios, 85% são microempresas. Os dados são da Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes).

O faturamento dos restaurantes brasileiros aumentou em 2022. Leia como ficou a variação percentual ante 2021:

negócios que apresentaram crescimento: 59%;

retração: 20%;

estabilidade: 15%;

Apesar dos resultados, muitas ainda continuam sem apresentar lucro: 

trabalham com prejuízo: ​​19%;

lucro: 47%;

equilíbrio: 34%

Em relação ao acesso a crédito, 70% dos bares e restaurantes já tomaram empréstimos. São 23% com inadimplência nas linhas regulares. Dos que aderiram a Pronampe, programa governamental de fomento a pequenos negócios por meio de juros menores, 13% são endividados.

RAIO-X

fundadora – Amanda Vasconcelos;

faturamento em 2022 – R$1.750.000;

sede da empresa – São Paulo (SP)

Casa Tucupi – Rua Major Maragliano, 74 – Vila Mariana;

Sobrado Tucupi – Rua Rocha, 370 – Bixiga;

nº de funcionários – 12  regime tributário – Simples Nacional;

natureza jurídica – LTDA (Sociedade Limitada);

iFood;

Instagram

Casa Tucupi;

Sobrado Tucupi;

telefone – (11) 9 4241-2232

 

Fonte: Poder 360°

fonte: ecosdanoticia

By Ednardo