• qua. jul 24th, 2024

Criança de 3 anos morre afogada dentro de piscina em bairro de Rio Branco

ByEdnardo

ago 30, 2021

Afogamento ocorreu no bairro Belo Jardim II, região do Segundo Distrito da capital acreana, nesta segunda-feira (30). Menina foi levada por parentes para a UBS do bairro, mas chegou sem vida.


Corpo da menina foi levada para o IML de Rio Branco para exames cadavéricos  — Foto: Arquivo/Instituto de Análise Forense do Acre

Corpo da menina foi levada para o IML de Rio Branco para exames cadavéricos — Foto: Arquivo/Instituto de Análise Forense do Acre

Uma menina de 3 anos morreu afogada na manhã desta segunda-feira (30) dentro de uma piscina na Rua da Paz, no bairro Belo Jardim II, Segundo Distrito de Rio Branco. O Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) informou que a criança foi levada pelos parentes em um carro particular para a Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro.

Apesar do esforço, segundo a polícia, a menina chegou sem vida na unidade de saúde. Uma equipe do Corpo de Bombeiros do Acre foi acionada para socorrer a vítima. A assessoria de comunicação da corporação falou que a equipe ainda está no local e aguarda o retorno para passar mais informações sobre o caso.

Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel (Samu) também foi chamada e chegava próximo à casa da família quando foi informada que a criança estava na UBS. Ao G1, o médico que atendeu a ocorrência, Eduardo Bruneto, falou que a equipe da UBS iniciou o suporte básico de vida até a chegada da viatura.

Segundo ele, a equipe do Samu tentou por cerca de 20 minutos reanimar a menina. “Ela chegou parada, tentamos reanimar, mas, sem sucesso. Fizemos ainda os procedimentos avançados, intubação orotraqueal e suporte avançado de vida por quase 20 minutos, mas sem sucesso de reanimação. Deixamos no local e acionamos o IML”, lamentou.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

O corpo da menina foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavéricos.

Orientações

O profissional falou que foi repassada a informação de que o afogamento ocorreu na piscina. Ele destacou que esses locais devem ser protegidos para garantir a segurança das crianças. Uma das formas é colocar grades ao redor da piscina.

Segundo ele, o mais recomendado é iniciar o suporte básico – como a massagem cardíaca – nas vítimas de afogamento ainda no local do acidente.

“Inicialmente, é fazer essas proteções, evitar que os acidentes aconteçam. No caso como esse, a conduta é chamar o Samu e começar o suporte básico no local. Todas as pessoas têm que ser treinadas no suporte básico. Poderiam ter iniciado a massagem no local, já que a criança não estava respirando. O Samu deve ser chamado, mas a massagem deve continuar ser feita”, frisou.

fonte: g1acre

By Ednardo