seg. maio 23rd, 2022

Polícia Civil cumpriu mandado de prisão contra réu na manhã desta segunda-feira (24), em Mâncio Lima. Estupro foi descoberto em 2018, quando a família denunciou e o acusado esperava a condenação em liberdade.


Homem foi levado para a Unidade Prisional de Manoel Neri, em Cruzeiro do Sul — Foto: Arquivo/Polícia Civil

Homem foi levado para a Unidade Prisional de Manoel Neri, em Cruzeiro do Sul — Foto: Arquivo/Polícia Civilhttps://52d85480e33fd1d7ef2a996b41e146d2.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Um morador de 47 anos da zona rural de Mâncio Lima, interior do Acre, foi preso na manhã desta segunda-feira (24) por abusar sexualmente da filha de 11 anos. Ele foi condenado a 12 anos de prisão em regime fechado e a Polícia Civil cumpriu um mandado de prisão contra ele.

Os abusos foram descobertos em 2018 pela família da vítima. A família morava no Ramal do Haroldo, na zona rural da cidade. O caso foi denunciado à polícia, que prendeu o homem preventivamente, mas ele recorreu e conseguiu esperar a condenação da Justiça em liberdade.

Após a condenação, a polícia cumpriu o mandado judicial e o encaminhou para a Unidade Prisional Manoel Neri, em Cruzeiro do Sul, cidade vizinha.

“À época, os fatos foram denunciados, a menina foi submetida a exames, que comprovaram os abusos, e foi representado pela prisão. Posteriormente, conseguiu a liberdade e agora foi condenado. A mãe procurou se afastar dele, não estava perto da vítima”, detalhou o delegado da cidade, José Obetâneo dos Santos.

fonte: g1 acre