• sáb. fev 24th, 2024

Fiocruz alerta para aumento de síndromes gripais e Covid-19 neste carnaval no Acre

ByEdnardo

fev 9, 2024

Divulgado nessa quinta-feira, 8, o Boletim InfoGripe da Fiocruz mostra a manutenção do aumento no número de novos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) associados à Covid-19 em vários estados da região Norte – especialmente no Amazonas e no Tocantins -, além do Mato Grosso, no Centro-Oeste. Às vésperas do Carnaval, os cuidados nesses estados devem ser redobrados, principalmente pela população que faz parte dos grupos de risco. Referente à Semana Epidemiológica (SE) 5, de 28 de janeiro a 3 de fevereiro, a análise tem como base os dados inseridos no Sistema de Informação de Vigilância Epidemiológica da Gripe (Sivep-Gripe) até o dia 5 de fevereiro.

“Nesta atualização, sete estados apresentam sinal de crescimento de SRAG na tendência de longo prazo: Acre, Amazonas, Goiás, Mato Grosso, Pará, Rondônia e Tocantins”, completa o InfoGripe.

A região Norte se destaca na atenção à Covid-19 no país. Amazonas, Pará e Tocantins seguem com um sinal claro de aumento de SRAG por Covid-19, além do Mato Grosso, no Centro-Oeste. Apesar de haver sinal de possível desaceleração do crescimento entre os idosos no Pará, isso não se aplica às crianças e aos jovens adultos, faixas nas quais segue o aumento.

Nos estados do Norte com sinal de crescimento de SRAG e no Mato Grosso, o aumento se concentra nas faixas etárias da população adulta, com sinal de associação com a Covid-19. No Acre e em Rondônia, o cenário ainda é compatível com oscilação.

Nas quatro últimas semanas epidemiológicas, a prevalência entre os casos como resultado positivo para vírus respiratórios foi de: influenza A (7%), influenza B (0,4%), vírus sincicial respiratório – VSR (9,4%) e Sars-CoV-2/Covid-19 (67%).

Entre os óbitos, a presença desses mesmos vírus entre os positivos foi de: influenza A (4%), influenza B (0%), VSR (0%), e Sars-CoV-2/Covid-19 (90,7%).

Referente ao ano epidemiológico 2024, já foram notificados 5.639 casos de SRAG, sendo 2.067 (36,7%) com resultado laboratorial positivo para algum vírus respiratório, 2.353 (41,7%) negativos, e ao menos 875 (15,5%) aguardando resultado laboratorial. Dados de positividade para semanas recentes estão sujeitos a grandes alterações em atualizações seguintes por conta do fluxo de notificação de casos e inserção do resultado laboratorial associado. Dentre os casos positivos do ano corrente, 6,2% são influenza A, 0,4% influenza B, 11% vírus sincicial respiratório (VSR) e 66,1% Sars-CoV-2 (Covid-19).

Referente aos casos de SRAG de 2024, independentemente da presença de febre, já foram registrados 384 óbitos, sendo 221 (57,6%) com resultado laboratorial positivo para algum vírus respiratório, 132 (34,4%) negativos, e ao menos 17 (4,4%) aguardando resultado laboratorial. Dentre os positivos do ano corrente, 5% são influenza A, 0,5% influenza B, 1,8% VSR e 88,2% Sars-CoV-2 (Covid-19). Nas quatro últimas semanas epidemiológicas, a prevalência entre os casos positivos foi de 4% Influenza A, 0% Influenza B, 0% VRS e 90,7% Sars-CoV-2 (Covid-19).

Acesse o InfoGripe

https://agencia.fiocruz.br/sites/agencia.fiocruz.br/files/u91/resumo_infogripe_2024_05.pdf

FONTE: AC24HORAS

By Ednardo