sex. ago 19th, 2022

Funcionários da empresa “Liq” antiga Contax, localizada na estrada da Floresta, realizaram um protesto no pátio da empresa na manhã desta quinta-feira, 13, cobrando o pagamento dos salários atrasados e outros encargos.

Ao ac24horas, uma colaboradora, que não quis se identificar, por medo de represália, afirmou que a empresa não deposita o Fundo de Garantia de Trabalho e Serviço (FGTS) desde o ano passado e ressaltou que nem o vale-transporte vem sendo pago pela empresa.

“Estão realizando mais de 500 contratações, concentrando muitas pessoas no mesmo ambiente e não estão respeitando as normas sobre covid, salários atrasados, marcado para cair no 5 dia útil e até agora não caiu! Pessoas que pediram demissão em janeiro e não receberam nem o salário que tinha dentro e nem foram chamados nem para realizar homologação e imaginar receber! Não podemos questionar sobre nossos salários, pois somos ameaçados por supervisores que poderíamos levar uma medida, mas quando faltamos os nossos contra cheque e efetuado as duas faltas como se tivesse faltado duas vezes!”, explicou

A colaboradora afirmou ainda que os colegas estão sendo obrigados a trabalhar com equipamentos quebrados, com ambiente superlotado desrespeitando as normas de ambiente de trabalho acerca da Covid-19.

“Não estão respeitando o distanciamento social, temos que trabalhar um ao lado do outro, temos horas dentro que não são pagas! Estamos sendo obrigados a trabalhar sem dinheiro de vale transporte e salários!”, reclamou.

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações no Acre, Maria Altinízia Santana, mais conhecida como “Tina”, confirmou a situação ao ac24horas. Segundo ela, em conversa com os diretores da empresa foi acordado que os débitos seriam sanados até esta sexta-feira (14).

“Tenho tratado diretamente com os diretores e está atrasado sim o pagamento. A empresa se encontra em recuperação judicial e estamos tentando junto a empresa resolver esse problema. A empresa disse que de hoje pra amanhã iria pagar todo mundo. É a primeira vez que aconteceu isso. Eu sei que todo mundo tá em dificuldade, principalmente os trabalhadores, mas se a empresa está, os trabalhadores estão piores ainda porque necessitam desse salário para pagarem as suas contas, mas a diretoria garantiu que resolveria os problemas até amanhã. Eles estão vendo também a questão do FGTS e do vale-transporte”, afirmou.

fonte: ac24horas