qua. maio 25th, 2022

Dupla teria jogado 10 litros de gasolina em cima das vítimas durante assalto no último dia 6, na zona rural de Feijó. As vítimas foram socorridas com vida e passam por tratamento.


Suspeito confessou o crime e foi levado para a delegacia de Feijó, no Acre — Foto: Arquivo/Polícia Civil

Suspeito confessou o crime e foi levado para a delegacia de Feijó, no Acre — Foto: Arquivo/Polícia Civil

Um homem foi preso e um adolescente de 17 anos apreendido suspeitos de assaltar, torturar e queimar com gasolina um casal de idosos na zona rural de Feijó, interior do Acre. As vítimas foram socorridas com vida e recebem tratamento médico.

O crime ocorreu no último dia 6. Já a apreensão do adolescente foi feita no sábado (11) quando ele deixava a zona urbana da cidade, e a prisão do suspeito foi feita na madrugada desta segunda-feira (13) no Igarapé Macipira, a 33 quilômetros da cidade.

A Polícia Civil informou que a dupla invadiu a casa dos idosos em busca de dinheiro. Eles tinham a informação de que havia R$ 40 mil em dinheiro, porém, no local só tinha R$ 900. O delegado responsável pelo caso, Railson Ferreira, confirmou que as vítimas ficaram em cárcere privado e foram torturadas para entregar o dinheiro.

Durante o assalto, a dupla teria jogado dez litros de gasolina em cima das vítimas.

“As vítimas tiveram várias queimaduras, a gente conseguiu resgatá-las, ajudamos no resgate. Quando soubemos chamamos a equipe e fomos até o local com ajuda de familiares deles. Ouvi eles e representei pela prisão e internação”, destacou.

Ferreira falou também que o suspeito já tinha um mandado de prisão por outro assalto. As investigações revelaram que o rapaz e o adolescente fazem parte de um grupo de criminosos que aterrorizava a comunidade. O delegado falou que tanto o rapaz preso quanto o adolescente confessaram os crimes.

“Eram 33 famílias que moravam lá. Agora com a saída do casal ficaram apenas sete. Eles [suspeito e adolescente] e outros faccionados aterrorizavam a comunidade com assaltos, inclusive um dos últimos teve até estupro”, lamentou.

fonte: g1acre