qua. maio 25th, 2022

Medida vale para pacientes já cadastrados em unidades de saúde do município. Lei foi publicada no Diário Oficial do Estado (Doe) desta segunda-feira (17).


Prefeitura informou que já conta com teleatendimento  — Foto: Arquivo/Semsa

Prefeitura informou que já conta com teleatendimento — Foto: Arquivo/Semsa

Uma lei, promulgada nesta segunda-feira (17), garante que pacientes usuários do sistema de saúde de Rio Branco possam fazer o agendamento e o cancelamento de consultas por telefone e aplicativo que deve ser desenvolvido pela prefeitura.

O agendamento e cancelamento só será possível nas unidades de saúde na qual o paciente já estiver previamente cadastrado e identificado através do Programa de Saúde da Família, segundo o texto da lei.

Além disso, no momento da consulta, o paciente deve apresentar o documento oficial com foto e o cartão do SUS. O agendamento vale para as unidades de saúde do município em consultas, procedimentos e exames médicos, odontológicos e de enfermagem nas unidades básicas de saúde.

As unidades de saúde deverão fixar, em local visível à população, material indicativo do conteúdo da lei, bem como os respectivos números de telefones e endereço eletrônico do aplicativo, onde os procedimentos podem ser feitos, inclusive, indicando os procedimentos a serem adotados pela população em geral.

A lei ainda deve ser regulamentada pela prefeitura de Rio Branco, que informou ao G1 que o teleatendimento que já existe no município e supre esse atendimento via telefone.

Já em relação ao aplicativo, a assessoria de comunicação informou que deve ouvir o prefeito Tião Bocalom como será feita a implantação e deve se manifestar posteriormente.

fonte: g1 acre