qui. ago 4th, 2022

Armas foram destruídas por uma máquina pesada nessa terça-feira (13) no 4º BIS, em Rio Branco. Armamento estava em situação precária e não podia ser usado pela polícia.


Armas estavam em situação precária e não podiam ser usadas pela polícia do Acre — Foto: Arquivo/Tribunal de Justiça do Acre

Armas estavam em situação precária e não podiam ser usadas pela polícia do Acre — Foto: Arquivo/Tribunal de Justiça do Acre

Mais de 200 armas de fogo apreendidas no Acre foram destruídas pelo Exército Brasileiro nessa terça-feira (13). O armamento estava sob responsabilidade do poder do Judiciário e foi apreendido no estado acreano durante ações policiais.

A destruição das armas foi feita no 4º Batalhão de Infantaria de Selva do Exército Brasileiro (4º BIS), em Rio Branco, com um rolo compressor do Departamento de Estrada e Rodagens do Acre (Deracre).

Participaram da ação a desembargadora-presidente do Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC), Waldirene Cordeiro, e o tenente-coronel Guilherme Pinheiro, comandante do 4º BIS. Ao todo, 209 armas foram destruídas.

O TJ-AC informou que essa é a segunda destruição de armas de fogo feita em 2021, somando 542 armas até o momento. Além disso, a Justiça destacou que a maior parte dessas armas estava em situação precária e não podia ser usada pelas forças de segurança.

fonte: g1acre