• seg. maio 20th, 2024

Michelle chama Bocalom de “turrão” e revela assédio moral contra servidores da saúde

ByEdnardo

nov 11, 2021

Foto: Sérgio Vale/ac24horas

A vereadora Michelle Melo (PDT) usou a Tribuna da Câmara de Vereadores nesta quinta-feira, 11, para criticar a condução do prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, em relação à greve da saúde deflagrada por profissionais da rede de atenção básica.

Os profissionais estão de braços cruzados desde às 7h da manhã desta segunda-feira (8). Os profissionais estão concentrados na sede do Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed-AC) enquanto aguardam uma contraproposta da prefeitura.

Segundo a categoria, a mobilização foi decidida depois de meses de tentativas de negociação com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), que, até o momento, não apresentou resposta para as demandas da classe

Na sua fala, a parlamentar afirmou que os médicos estão sendo alvos de assédio moral por parte da prefeitura e ironizou o aumento de verba para a Casa Civil de 2022, que saiu de R$ 5,2 milhões para R$ 10,2 milhões.

“Prefeito, assuma sua prefeitura e priorize o que tem que ser feito, os eleitores não irão sair para votar em pessoas que não priorizam o básico. A gestão recebeu os documentos da saúde em julho e a resposta que se teve quando os sindicatos pediam reunião com a gestão era: ‘que reunião?’, esse é o respeito que os servidores estão tendo da gestão. Esses grevistas estão pedindo valorização e estamos diante de um prefeito turrão com a sua ideia ao ponto de sequer receber esse sindicato que até hoje não foi chamado pelo prefeito para ter um diálogo sequer”, afirmou.

“Na LOA, o valor da Casa Civil dobrou de R$ 5 milhões para R$ 10 milhões, mas vocês viram esse aumento para as outras categorias? O que a Casa Civil faz pelo povo? Hoje, estamos vendo denúncias de assédio moral com os trabalhadores da saúde que estão fazendo a greve que é um direito constitucional”, acrescentou Michelle.

fonte: ac24horas

By Ednardo