• qua. abr 17th, 2024

“Não vamos caminhar com o Bocalom e nem com o Marcus, isso está definido”, diz Duarte

ByEdnardo

mar 7, 2024

O presidente do REPUBLICANOS no estado, deputado federal Roberto Duarte, descartou ontem apoiar as candidaturas de Tião Bocalom e de Marcus Alexandre (MDB), para prefeito de Rio Branco. Ambos estão fora do radar, falou ao BLOG. Duarte revelou que abriu tratativas com o candidato Alysson Bestene (PP), mas não houve avanço. Na sua avaliação, se não acontecer o fechamento da aliança com o PP, o que vai prevalecer será o REPUBLICANOS lançar uma candidatura própria para prefeito. Roberto Duarte disse ainda ao BLOG, que pretende ter essa definição no início do próximo mês, para marcar de vez o rumo que o partido vai tomar na eleição da capital.

NÃO VAI MUDAR
O que acontece é que o prefeito Tião Bocalom é mal assessorado politicamente, sem falar ser turrão, achar que pode resolver tudo, isoladamente, o que dificulta montar alianças partidárias. É o seu jeito de fazer política e ninguém vai mudar. Poderia estar hoje com o REPUBLICANOS de aliado.

APENAS COM O BITTAR
É temerário entrar numa eleição com apenas o aliado e senador Márcio Bittar (UB) no seu palanque. Lembrar que o Bittar não tem um grupo político fixo, um nicho eleitoral na capital, e entrará só com o nome e nada mais

SEM ANTECIPAÇÃO
Numa roda de quatro deputados ouvi essa semana a respeito de uma nota que publiquei sobre a antecipação da eleição da mesa diretora da ALEAC, o seguinte: “Não vai haver antecipação porque não há consenso, a eleição será feita na data prevista pelo Regimento Interno. E dessa feita haverá disputa pela presidência e demais cargos da mesa. Escutei, e registro.

PEGOU MUITO MAL
O fato do senador Márcio Bittar (UB) não se fazer presente na ajuda aos alagados, pegou muito mal para a sua imagem. Principalmente, para quem vai disputar uma eleição difícil, na busca da reeleição, em 2026.

AGORA, COM PADRINHO
O jornalista Evandro Cordeiro deverá ser candidato a vereador. É um batalhador, que veio de baixo, e se consolidou no jornalismo. Deverá disputar pelo PODEMOS, tendo como padrinho o prefeito Mazinho Serafim.

DEPOIS RECLAMAM
Quando uma mulher mete a cara para disputar uma prefeitura, o machismo partidário logo aparece para buscar brecar. É o caso da vereadora Aparecida Rocha (PP), que se lançou candidata a prefeita do Bujari. Depois reclamam que as mulheres se omitem na política. Se o PP rifar o seu nome, ficará muito mal para o partido.

RENOVAÇÃO É ESSENCIAL
Indicar um vice do prefeito Padeiro (PDT), político da antiga, não vai acrescentar nada ao PP. Na política renovar é essencial para oxigenar o debate. Ficar na mesmice é atraso.

FALTA CARÁTER
Numa alagação como a que acontece em Rio Branco não tem que ter ideologia. É da maior hipocrisia, parlamentares bolsonaristas não reconhecerem a ajuda do governo federal, para evitar falar o nome do Lula. Isso é mau caratismo. A fome, o desabrigo de milhares de famílias, não é palco para ideologia.

TRABALHANDO BEM
O deputado federal Fábio de Rueda (UB) acertou em montar uma assessoria para projetar seu nome no meio político, com o competente jornalista Ton Lindoso. Só um político burro não tem parcerias com a imprensa.

FORTE CANDIDATO
O Lula- goste-se ou não dele- é um fenômeno político. Nem os seus adversários podem negar. Pesquisa da Quaest trouxe números que mostram que 51 por cento da população aprova seu trabalho. No poder, Lula será difícil de ser batido em 2026, seja quem for o adversário.

COMO SÃO TOMÉ
Nem dentro do MDB existe um sentimento de que a candidatura da Jéssica Sales (MDB) a prefeita de Cruzeiro do Sul, é prego batido e ponta virada. Estou na turma de São Tomé, que quer antes ver para crer.

NEM TERIA
Não fosse o presidente da Federação Antônio Aquino, ter construído o FLORESTÃO, hoje não se teria jogos do campeonato de futebol profissional, nem na Copa do Brasil e Copa Verde, na capital. O elefante branco do Arena da Floresta continua fechado há mais de 2 anos, por absoluta incapacidade de quem gere no governo o esporte.

PROBLEMA DO PT
O único nome que o PT teria para disputar com chance a prefeitura de Xapuri seria o do prefeito Bira, só que não poderá nesta eleição ser candidato. Os demais nomes do PT não empolgam.

VACAS MAGRAS
Os novos candidatos a prefeito e os antigos, se pensam que vai ser aquela farra de dinheiro que teve na eleição passada, podem tirar o cavalinho da chuva. Pelo que eu sei, com este rolo da Ptolomeu, o governador Gladson não vai dar um centavo de ajuda a ninguém. Está todo o aparato dos órgãos de fiscalização de olho nele. Será uma eleição de vacas magras.

FUNDO ELEITORAL
E agora tem o Fundo Eleitoral para bancar as candidaturas a prefeito, não tem mais como pedir ajuda financeira ao governo para gastar na campanha.

DISPUTA ESPALHADA
A disputa pela prefeitura de Tarauacá será espalhada entre vários candidatos. Prefeita Néia (PDT), Vando Torquato (PSD), Rodrigo Damasceno (PP) e Zé Filho (União Brasil). Uma disputa interessante.

JANELA ABERTA
Abre hoje (7) e se estende até 5 de abril, a janela partidária que permite aos vereadores trocarem de partido sem perder o mandato.

DATA FINAL
Quem estiver ocupando cargo público de confiança (secretários, diretores e etc) tem até 6 de abril para deixar o posto, se quiser ser candidato. É o caso do secretário Alysson Bestene, que será candidato a prefeito de Rio Branco. 6 de abril, também, é o último dia para novas filiações para quem quiser trocar de partido ou se filiar para disputar a eleição.

FRASE MARCANTE
“É graça divina começar bem. A graça maior é persistir na caminhada certa. Mas a graça das graças é não desistir nunca”. Cardeal Dom Helder Câmara.

FONTE: AC24HORAS

By Ednardo