qua. maio 25th, 2022

BR-364 está entre as rodovias que vão receber o sinal.


No Acre, mais de mil km estradas vão receber cobertura de internet — Foto: Rota do Oeste/Divulgação

No Acre, mais de mil km estradas vão receber cobertura de internet — Foto: Rota do Oeste/Divulgação

Para ampliar conectividade, mais de mil km de rodovias deverão receber sinal de internet no Acre. O investimento será feito pela empresa Winity II e deve garantir a implantação de infraestrutura para cobrir com sinal de internet móvel em 35,7 mil quilômetros de estradas, de acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

No Acre, serão 1.013,2 km de cobertura 4G. Até dezembro de 2023, devem ser atendidas pelo menos 10% das estradas e, a partir de então, os prazos devem ser anuais. Até 31 de dezembro de 2029, todos trechos terão conexão. Os setores de transporte e agronegócio serão os principais beneficiados com a cobertura.

O edital prevê uma cobertura de 1.185 trechos de rodovias, totalizando 31,4 mil km. Outros 1.164 trechos, equivalentes a 4,3 mil km, foram adicionados às obrigações. Após a conversão de cotação da moeda, o valor excedeu em R$ 1,2 bilhão, 805% superior ao mínimo exigido pelo governo.

Receberão cobertura de internet móvel as rodovias que não contam com infraestrutura de conectividade. A região que mais terá malha rodoviária conectada será o Nordeste (11,2 mil km), seguida do Centro-Oeste (7,5 mil km), Norte (7,2 mil km), Sudeste (5,2 mil km) e Sul (4,4 mil km).

As rodovias que vão receber o sinal foram as consideradas estratégicas para o transporte de passageiros e para o escoamento da produção agropecuária. A seleção foi feita pelo Ministério das Comunicações, com o apoio da Anatel.

Entre as principais rodovias que vão receber o sinal, estão:

  • BR-163 (liga Tenente Portela-RS a Santarém-PA);
  • BR-364 (liga Cordeirópolis-SP a Mâncio Lima-AC);
  • BR-242 (liga Maragogipe-BA a Sorriso-MT);
  • BR-135 (liga São Luís-MA a Sete Lagoas-MG);
  • BR-101 (liga Touros-RN a São José do Norte-RS);
  • BR-116 (liga Fortaleza-CE a Jaguarão-RS).

Estagiária sob supervisão da jornalista Geisy Negreiros.

fonte: g1acre