sáb. jul 2nd, 2022

O governo do Acre deve encaminhar à Assembleia Legislativa até o final deste ano uma espécie de minireforma administrativa criando a Secretaria de Governo (Segov), que vai absorver as atribuições políticas da Casa Civil, que ainda continuará na estrutura de governo.

O chefe da Casa Civil continuará com status de secretário. Outra mudança de status é do Gabinete Militar para Casa Militar. Essas mudanças já haviam sido feitas no ano passado e aprovadas no parlamento, mas acabaram sendo vetadas pelo próprio governador Gladson Cameli. Na época, mais cargos comissionados haviam sido criados, mas desta vez, a priori, isso não deverá acontecer, conforme apurou ac24horas. O número de cargos continuará sendo o mesmo.

A expectativa é que a nova estrutura seja criada antes das eleições de 2022 para que a atual gestão tenha poder político e concentrado para viabilizar articulações. Existe a possibilidade que o secretário de saúde, Alysson Bestene, que deverá deixar a pasta nos próximos meses, comande a Segov até 6 meses antes das eleições. Nos bastidores, Bestene é apontado como pré-candidato a deputado federal.

Outra mudança estudada pelo governo é que o Departamento Estadual de Trânsito (Detran/AC) seja subordinado a Secretaria de Segurança de Pública e com isso o atual secretário, Paulo Cézar Farias, se tornaria um supersecretário.

fonte: ac24horas