• sáb. fev 24th, 2024

PM diz que Rio Branco viveu ‘explosão’ de assassinatos e apreensão de armas em janeiro; VÍDEO

ByEdnardo

fev 1, 2024

Destaca-se ainda o número de armas de fogo apreendidas em todo Estado do Acre, que foram 65


O comando do Segundo Batalhão da Polícia Militar, por meio do tenente coronel Felipe Russo, concedeu entrevista à equipe de reportagem do ContilNet, e divulgou na manhã desta quinta-feira (01) o comparativo de ações, de apreensões, prisões, homicídio tentado e homicídios consumados entre janeiro de 2023 e janeiro de 2024.

Em janeiro de 2023, a Polícia Militar, por meio do Segundo Batalhão, situado no bairro 15, apreendeu só em bairros do Segundo Distrito, 15 armas de fogo. No mesmo período de 2024, 46 armas foram apreendidas, 2 granadas de fabricação caseira e um coquetel molotov. 3 vezes mais armas apreendidas no mesmo período.

Destaca-se ainda o número de armas de fogo apreendidas em todo Estado do Acre, que foram 65. Destas, 46 foram só em bairros do Segundo Distrito.

Tenente coronel Felipe Russo/Foto: ContilNet

Em 2023, foram cumpridos 3 mandados de prisão, já em 2024 esse número quadruplicou. Os militares do segundo batalhão cumpriram 12 mandados de prisões. 52 pessoas foram presas e apreendidas em janeiro de 2023. Já em janeiro de 2024, esse número aumentou para 85.

O número de tentativas de homicídios se igualou no mesmo período: 11 pessoas sofreram tentativas de homicídio em 2023, mesmo número em 2024, mas, o dado mais preocupante foi realmente o número de homicídios consumados em bairros do Segundo Distrito.

Em janeiro de 2023, 4 pessoas foram assassinadas. Em janeiro de 2024, esse número triplicou, sendo registrados 12 homicídios. Um aumento de 150% dos crimes contra à vida humana.

Batalhão da PM localizado no Bairro 15/Foto: ContilNet

O comandante do Segundo Batalhão da Polícia Militar explica que o aumento dos crimes deve-se à briga acirrada entre as facções criminosas e à disputa por dominar territórios, que não têm limites. O comandante ainda explica que ações de policiamento preventivo e ostensivo têm se intensificado em bairros onde os criminosos persistem em cometer crimes.

O coronel Russo, destaca a importância do apoio das outras guarnições de todas as unidades operacionais da Segurança Pública e da parceria entre polícia e comunidade, pois, foram informações importantes que levaram a polícia a apreender 46 armas de fogo e mais de 700 munições intactas, que seriam usadas para ceifar vidas, destaca o comandante.

fonte: contilnet

By Ednardo