• sáb. abr 20th, 2024

Preso por maus-tratos, homem mantinha cachorros amarrados pelo focinho no Acre

ByEdnardo

jun 26, 2023

As penas são de dois a cinco anos de reclusão, multa e proibição da guarda

No último fim de semana, a Polícia Civil do Acre (PCAC) realizou a prisão de um homem de 42 anos, suspeito de praticar maus-tratos contra dois cães no município de Xapuri. As investigações apontam que um dos animais se encontrava amarrado há cerca de um ano.

O cachorro tinha o focinho amarrado/Foto: Reprodução

Após tomar conhecimento da denúncia de maus-tratos contra animal doméstico, o delegado de polícia e coordenador da região do Alto Acre, Erick Ferreira Maciel, se dirigiu ao local para averiguar a situação e encontrou um filhote de cão de pelagem branca com focinho amarrado e preso a uma corrente sem coleira.

No local, a polícia encontrou outro animal em condições de maus-tratos, sendo este de pelagem preta, e estava preso em um ambiente fechado e também com o focinho amarrado.

Foto: Reprodução

O homem que “cuidava” dos animais foi conduzido à delegacia de Polícia Civil de Epitaciolândia e teve a prisão em flagrante ratificada pela Delegada de Polícia Civil Plantonista, que representou pela prisão preventiva do infrator, encontrando-se o preso à disposição do Poder Judiciário.

A PCAC alerta que maus-tratos contra animais é crime e, tratando-se de cão ou gato. As penas são de dois a cinco anos de reclusão, multa e proibição da guarda.

Os animais foram entregues a uma voluntária que se propôs a cuidar dos cães, tratando-se de pessoa que já ajudou a Polícia Civil no resgate de animais durante a enchente recente no município de Brasiléia.

fonte: contilnet

By Ednardo