seg. maio 23rd, 2022

O titular da secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) no estado do Acre, coronel Paulo Cézar Rocha dos Santos, enviou ofício à Polícia Federal nesta quinta-feira, 16, para apurar a existência ou não de algum integrante das Forças do Sistema Integrado de Segurança Pública do Acre supostamente envolvido no caso de suspeita de corrupção que envolveu a operação Ptolomeu na manhã de hoje.

De acordo com o secretário, o intuito é adotar todas as providências cabíveis, a fim de se adotar as medidas administrativas necessárias, bem como resguardar as instituições, que trabalham, periodicamente, no combate à criminalidade, em todos os níveis.

O ofício foi emitido logo após Paulo Cézar tomar conhecimento da operação deflagrada pela Polícia Federal (PF), que investiga “a prática constante de altas movimentações de valores em espécie, inclusive com uso do aparato de segurança pública”.

Por meio de nota de esclarecimento, o secretário reforçou o pronunciamento do governador Gladson Cameli, colocando-se à disposição para colaborar com as investigações da Polícia Federal em relação à Operação Ptolomeu e a todas as ações de combate à corrupção.

Enfatiza ainda a “criação, pelo governo do Estado do Acre, da Delegacia de Combate a Crimes de Corrupção (citada na Nota), a existência de Acordo de Cooperação Técnica, ainda vigente, entre Órgãos Federais e o Sistema Integrado de Segurança Pública (SISP), pelo qual foi criada a Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (FICCO)”.

fonte: ac24horas