• sáb. maio 18th, 2024

STJ decide que Ícaro Pinto, acusado de matar Jonhliane, deve responder por homicídio doloso

ByEdnardo

maio 7, 2021

Uma decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), divulgada na última terça-feira (4), determinou que o motorista Ícaro José da Silva Pinto, que dirigia a BMW que matou Jonhliane de Souza, de 30 anos, em agosto do ano passado, irá responder por homicídio doloso e não por homicídio duplamente qualificado.

A mudança da decisão do STJ, que teve como relator o ministro Ribeiro Dantas, ocorreu por unanimidade, pela 5ª turma do STJ. A turma alterou a acusação retirando a qualificadora do crime de homicídio. Com a mudança, Ícaro que poderia ser condenado com 12 anos de prisão, agora ele poderá ser julgado com uma pena mínima de 6 anos.

O Supremo Tribunal Federal (STF) ainda determinou que o juiz de 1° grau reveja a prisão do motorista, com isso, os advogados devem entrar com um habeas corpus para tentar a liberdade de Ícaro. Por enquanto, ele permanece preso no Batalhão de Operações Especiais (Bope), em Rio Branco.

Relembre o caso

O acidente que vitimou Jonhliane aconteceu na Avenida Antônio da Rocha Viana, em Rio Branco. A vítima foi atingida pela BMW em alta velocidade e a suspeita é que Ícaro e Alan Araújo de Lima, outro motorista envolvido, faziam um racha no momento em que a mulher foi atingida.

fonte: ac24horas

By Ednardo