sex. ago 19th, 2022

Evento vai exibir 13 longas da França, Chile, Argentina e Brasil entre os dias 26 e 30 de maio pela internet. Festival vai ter ainda conversas e debates com diretores.


Festival vai exibir 13 longas da França, Chile, Argentina e Brasil entre os dias 26 e 30 de maio — Foto: Divulgação

Festival vai exibir 13 longas da França, Chile, Argentina e Brasil entre os dias 26 e 30 de maio — Foto: Divulgação

O Acre recebe, entre os 26 e 30 de maio, o 1° Festival Internacional LGBTQIA+ Transamazônico on-line e gratuito. O evento vai exibir 13 filmes sobre sexualidade, gênero, cidadania e direitos humanos de vários países do mundo.

O festival é organizado com recurso da Lei Aldir Blanc, por meio da Fundação de Cultura Elias Mansour (FEM) de Rio Branco. Ao G1, o organizado e idealizador do projeto, Moisés Alencastro, explicou que vão ser exibidos longas da França, Argentina, Chile e Brasil.

“No primeiro momento ia ser presencial, mas, devido à pandemia, mudamos o formato e vai ser on-line. Vamos ter os bate-papos, rodas de conversas com pessoas daqui do movimento LGBTQIA+ e do áudio visual de referência nacional”, explicou.

Os diretores dos filmes também vão apresentar as obras antes das exibições e conversar com o público. Os filmes, conversas e a programação completa podem ser acompanhados pelas redes sociais do festival.

“Nossa equipe é muito bacana, engajada e estou muito feliz com tudo. Isso é muito importante nesse momento que o Brasil vive com a questão do ódio, preconceito e exclusão. Um festival como esse é um grito de resistência, de a gente marcar território e mostrar para o que veio, fazer essa reflexão por meio da arte”, concluiu.

fonte: g1acre