sex. ago 19th, 2022

Ao todo, estado acreano teve 189 vítimas de homicídios dolosos, feminicídios, ação policial e lesão corporal seguida de morte em 2021. Dado, porém, representa redução de mais de 40% em relação a 2020, quando houve 319 mortes violentas.


Mortes violentas no Acre reduziram de 319 em 2020 para 189 em 2021 — Foto: Aline Nascimento/G1

Mortes violentas no Acre reduziram de 319 em 2020 para 189 em 2021 — Foto: Aline Nascimento/G1

Acre teve uma redução de 40,7% em relação ao número de mortes violentas em um ano. Em 2021, 189 pessoas morreram de forma violenta no estado. Já em 2020, foram registradas 319 mortes violentas.

Os dados são referentes a vítimas de homicídios dolosos, feminicídios, ações policiais e lesão corporal seguida de morte.

Mortes violentas no Acre em 2021Dados de janeiro a dezembro

Fonte: Segurança Pública do Acre

Dados de dezembro de 2021

O último mês de 2021, dezembro, terminou com nove mortes violentas. Foram cinco homicídios dolosos, um feminicídio e três mortes por ação policial.

José Célio Pereira da Silva, 34 anos, foi uma das pessoas mortas em ação policial. Ele brigou e agrediu a mulher, que é PM, em frente a uma casa noturna do bairro Bosque, em Rio Branco, no dia 19 de dezembro e acabou morto por um policial militar à paisana que estava no local.

No depoimento, o militar afirmou que tentou conter José Silva durante a confusão, mas ele teria reagido e tentado feri-lo com um canivete. Por isso o PM atirou contra o homem.

Antes dessa morte na capital, Cruzeiro do Sul, no interior, foi palco para outras duas mortes em ação policial. O adolescente David de Paula Souza, de 17 anos, e um comparsa acabaram mortos durante assalto a um supermercado, na noite de 10 de dezembro.

Um policial militar que estava no local reagiu e atirou no adolescente, que morreu com um tiro no tórax, após receber socorro. O corpo do segundo envolvido foi achado morto em um quintal, na manhã seguinte, próximo ao supermercado.

fonte: g1acre