seg. maio 23rd, 2022

A debandada dos investidores, que continuam se desfazendo de suas reservas em criptomoedas, continuou nesta quinta-feira (12). A tendência fez com o Bitcoin afundasse ainda mais, atingindo a sua cotação mais baixa desde dezembro de 2020.

ativo digital mais popular e valioso do mercado chegou a bater quase US$ 25 mil. No momento da publicação, o Bitcoin vale pouco mais de US$ 29,4 mil, segundo o CoinMarketCap.

Bitcoin
O ativo digital mais popular e valioso do mercado chegou a valer perto dos US$ 25 mil, Imagem: AlekseyIvanov/Shutterstock

O Ethereum, por sua vez, caiu mais de 21% e bateu o seu recorde de liquidação, mais de US$ 330 milhões. A moeda virtual, que acumula queda diária de quase 15%, é negociada ligeiramente abaixo dos US$ 2 mil.

A mesma tendência, ainda que em uma escala menor, também foi vista na bolsa dos Estados Unidos, cuja inflação está em sua maior alta dos últimos 40 anos. O índice Nasdaq Composite, por exemplo, caiu 3,2% nesta quarta-feira (11).

CEO da Coinbase perdeu bilhões

A maré ruim no mercado cripto não poupou nem os gigantes do setor. Um deles foi o fundador da Coinbase Global, Brian Armstrong.

De uma fortuna calculada em US$ 13,7 bilhões em novembro de 2021, o executivo perdeu boa parte do dinheiro com a crise das criptomoedas. Atualmente, sua fortuna é avaliada em US$ 2,2 bilhões, segundo o Índice de Bilionários da Bloomberg.

Por fim, a capitalização de todo o mercado de criptoativos também sofreu uma queda considerável, despencando de uma máxima de US$ 3 trilhões para cerca de US$ 1,2 bilhão, segundo os dados atualizados do CoinMarketCap.

Por Olhar Digital