• sex. abr 19th, 2024

Das mais de mil famílias desabrigadas, apenas 183 ainda permanecem no Parque de Exposições

ByEdnardo

mar 18, 2024

Foto: Whidy Melo/ac24horas

Das 1080 famílias que foram abrigadas no Parque de Exposição e em escolas no ápice da cheia do rio Acre em Rio Branco, apenas 183 permanecem no Parque nesta segunda-feira (18). Segundo o gabinete da Prefeitura de Rio Branco, cerca de 100 famílias aguardarão avaliação da Defesa Civil em seus imóveis e devem ser encaminhadas para o aluguel social.

No mais alto volume do rio Acre em 2024, que chegou a 17,89 m às 9h do dia 6 da março, 4.147 pessoas foram abrigadas em escolas e no Parque de Exposições Wildy Viana, no segundo distrito da capital. Posteriormente, todas as famílias que estavam em escolas foram direcionadas ao Parque.

Foto: Whidy Melo/ac24horas

Maria das Neves Serafim, de 63 anos, deixou o abrigo na manhã desta segunda-feira, e falou sobre a expectativa para os próximos anos. “Se eu conseguisse um terreno onde pudesse plantar em outro lugar, me mudava. Na alagação do ano passado perdi quase tudo. Este ano, hoje completaria 20 dias no abrigo, fui muito bem tratada, mas hoje não incomoda mais não, o pessoal já é tudo amigo”, disse.

Foto: Whidy Melo/ac24horas

Na quarta-feira (13), a prefeitura de Rio Branco iniciou a operação de retorno das famílias para as suas casas, transportando cerca de 120 famílias por dia através de 20 equipes compostas por bombeiros, Defesa Civil, e trabalhadores da secretaria de Cuidados com a Cidade.

Segundo o tenente-coronel Cláudio Falcão, da Defesa Civil, desmoronamentos em áreas de risco tem acontecido com frequência, e o retorno de algumas famílias para casa depende de uma avaliação dos imóveis pela Defesa Civil, que está sobrecarregada com mais de duas mil solicitações de avaliação. “Nós temos infinitas vistorias para serem feitas, não apenas com o pessoal que está no parque, mas também das pessoas que estão nas casas de parentes, só de abrigados são mais de mil vistorias junto aos pedidos de mais de mil vistorias dos que não foram para abrigos. Então, nós já estamos acima de duas mil solicitações e estamos atendendo”, afirmou.

FONTE: AC24HORAS

By Ednardo