sex. maio 20th, 2022


Maria Victoria diz que focou na crise humanitária e invisibilidade dos imigrantes  — Foto: Arquivo pessoal

Maria Victoria diz que focou na crise humanitária e invisibilidade dos imigrantes — Foto: Arquivo pessoal

A estudante Maria Victoria Tavares, de 18 anos, diz que se surpreendeu ao ver a nota que tinha tirado na redação do Enem. O tema escolhido foi bastante comentado na época por ter sido imprevisível: “invisibilidade e registro civil: garantia de acesso à cidadania no Brasil”. Aluna de escola particular em Rio Branco, ela conta que focou na questão migratória e como esse grupo é invisibilizado.

“Na escola mesmo a professora de redação passava dois temas por semana, então a gente se preparava muito. Em um mês, fazíamos cerca de oito redações. Então tínhamos bagagem com tema pronto, repertório prontos, mas fiquei muito surpresa, porque demorei muito tempo na redação, achei que minha nota fosse ser menor. Falei dos imigrantes e como a visibilidade deles era mínima, isso eu lembro bem”, conta.

O Acre, em 2021, sofreu com uma crise humanitária devido às fronteiras do estado com outros países ficarem bloqueadas por conta da pandemia de Covid-19. Os países vizinhos não deixavam os imigrantes passarem para seguir viagem, no entanto, deixavam os imigrantes passarem para o Acre.

Além disso, muitos imigrantes que entraram no Brasil entre 2010 e 2016 – com a crise econômica que se instalou no país – muitos estrangeiros tentavam fazer a rota inversa para sair do país para seguir viagem até México, Canadá, Estados Unidos e outros países.

Mas, chegaram a ficar retidos em cidades da fronteira do Acre. A estudante então tentou demonstrar a dificuldade desse grupo em serviços básicos da cidadania.

Ela disse que o fato de sempre escrever muitas redações e também gostar de ler a ajudaram a desenvolver o texto da redação.

“Fui muito bem em humanas e linguagens e não fui muito bem em matemática e natureza, mas a nota da redação valeu a pena, melhorou meu dia. E ler sempre foi um hábito comum para mim”, diz.

Estudante diz que se surpreendeu com a nota no Enem — Foto: Reprodução

Preparação

 

Sobre a preparação para o Enem, ela disse que o maior desafio foi manter a disciplina durante o período das aulas remotas. Estudante do 3º ano, ela disse que precisou manter o foco. “Tinha que ter disposição para ficar no computador sem ver ninguém, sem ter uma convivência escolar, mas a escola deu muita assistência aos alunos”, diz.

Agora, ela sonha com a nota do Enem para conseguir passar em direito na Universidade Federal do Acre.

fonte: g1acre