• dom. fev 25th, 2024

Interditada desde julho, Ponte Metálica passa por reforma que deve durar até quatro meses

ByEdnardo

out 14, 2023

Obra prevê reparos nas juntas de dilatação, espaços entre os blocos que compõem a pavimentação da ponte — Foto: Eudes Goes/Deracre

Obra prevê reparos nas juntas de dilatação, espaços entre os blocos que compõem a pavimentação da ponte — Foto: Eudes Goes/Deracre

A Ponte Juscelino Kubitschek, conhecida como Ponte Metálica, uma das ligações entre os dois distritos de Rio Branco, está passando por uma reforma que deve durar até quatro meses, segundo o Departamento de Estradas e Rodagem do Acre (Deracre).

Os trabalhos tiveram início na última segunda-feira (9), após mais de dois meses de interdição e o Deracre assinar, em setembro, um contrato de mais de R$2 milhões para reforma da passagem.

A empresa responsável pela obra é a Procec, que previu o prazo máximo de duração da obra. Serão feitos reparos nas juntas de dilatação, e serão substituídos os apoios que amortecem o peso do tabuleiro da ponte, que são componentes instalados para garantir sustentação da estrutura. Segundo a empresa, os novos apoios serão feitos de neoprene, uma espécie de borracha impermeável e durável.

Uma das peças que sustenta a estrutura da Ponte Metálica mostra que passagem está comprometida — Foto: Arquivo/Secom

Uma das peças que sustenta a estrutura da Ponte Metálica mostra que passagem está comprometida — Foto: Arquivo/Secom

Interdição

 

Apoios de amortecimento serão trocados por componentes feitos neoprene — Foto: Aldo França/Rede Amazônica

Apoios de amortecimento serão trocados por componentes feitos neoprene — Foto: Aldo França/Rede Amazônica

A ponte foi interditada no dia 22 de julho, após equipes do Departamento de Estradas de Rodagens do Acre (Deracre) identificarem corrosão e desgaste em alguns pontos da estrutura durante avaliação.

Segundo o governo do Estado, o Deracre apresentou um laudo técnico orientando sobre a necessidade de revitalização da estrutura, que foi construída há mais de 50 anos, e a suspensão de passagem de veículos e pedestres.

A interdição causou alterações no trânsito da capital. O Deracre informou que a organização do trânsito ficará sob a responsabilidade da RBTrans, em parceria com o Detran-AC. As autarquias decidiram que a Ponte Coronel Sebastião Dantas, chamada de Ponte de Concreto, vai funcionar no sentido de mão dupla.

Para isso, a Avenida Epaminondas Jácome, do trecho entre o Museu dos Povos Acreanos e a Praça da Bandeira, também vai funcionar em duplo sentido. Durante esse período, será permitido apenas a circulação de veículos pequenos, ambulâncias e ônibus de transporte coletivo.

Os veículos pesados, como caminhões, carretas e outros, devem fazer a travessia pela Quarta Ponte, que liga os bairros bairros Cadeia Velha e Seis de Agosto.

3ª interdição no ano

Entre o final de março e início de abril, a Ponte Metálica ficou 18 dias interditada por conta da cheia do Rio Acre e o acúmulo de balseiros embaixo da estrutura. Com a vazante do rio, equipes do Deracre iniciaram os reparos na pavimentação da ponte. Na ocasião, a Ponte de Concreto ficou funcionando em mão dupla.

fonte: g1acre

By Ednardo