sex. ago 19th, 2022


Mutirão analisa processos de 400 presos de unidade no interior do Acre  — Foto: DPE-AC

Mutirão analisa processos de 400 presos de unidade no interior do Acre — Foto: DPE-AC

A Defensoria Pública do Estado do Acre (DPE–AC) fez análises processuais de 400 presos que cumprem pena na Unidade Evaristo de Morais, em Sena Madureira, no interior do Acre, em um mutirão carcerário. Durante terça (8) e quarta-feira (9), foram feitas análises dos processos de cada detento e também avaliada a possibilidade de requerimento de benefícios como prisão domiciliar, progressão de regime, remição de pena, entre outros.

Também foram colhidas demandas referente às necessidades de atendimento de saúde, psicológico, odontológico, falta de colchões, tratamento dos reclusos que cumprem pena e as condições estruturais dentro do presídio. Tudo foi feito pela equipe da Execução Penal, juntamente com Subnúcleo de Direitos Humanos 2 (SDH2).

“Estamos iniciando este ciclo de inspeções e atendimentos nos presídios do interior, na oportunidade começando em Sena Madureira, que posteriormente será estendido aos outros municípios. Essa parceria junto ao Instituto de Administração Penitenciária do Acre é de extrema importância para consolidar esses atendimentos, que visam levar informações aos reeducandos sobre o que está acontecendo com o processo de cada um, assim como também, colher as necessidades específicas e auxiliar na agilidade do processo de defesa”, disse o defensor público Gustavo Medeiros, no site oficial.

fonte: g1acre