sex. ago 19th, 2022

Já é tradição na semana natalina o ac24horas percorrer Rio Branco em busca de uma família que esteja precisando de solidariedade para passar um Natal com mais dignidade. Todos os anos, graças a ajuda dos internautas, uma família tem uma ceia farta e pode celebrar a data com mais felicidade. Neste ano, a reportagem encontrou uma família na região do Alto Alegre. Desde que a pequena Railane foi diagnosticada com leucemia, os pais têm enfrentado dificuldades para colocar comida na mesa, tamanho os custos com medicações e alimentação específica para a filha.

Paula Mirtes tem 40 anos e sustenta a família vendendo produtos de beleza de forma autônoma. O marido é diarista e trabalha roçando quintal. A casa em que vivem é simples, não há luxo, mas até o ano passado a família não passava tantas dificuldades. No entanto uma terrível notícia mudou os rumos da família.

“A Railane sempre foi o presente que a gente pediu para Deus. Num dia de agosto do ano passado a minha filha estava em casa e começou a sangrar muito pelo nariz e apareceu uma febre que não passava nunca. Levamos ao médico e descobrimos após exames que ela tinha leucemia”, conta Paula. A mãe relata que a piora no quadro de saúde da criança foi muito rápida.

“Minha filha foi logo para UTI, onde passou 21 dias. Meu coração estava despedaçado com medo de perder a minha filha. Graças a Deus e ao tratamento minha filha tem conseguido se recuperar”, diz a emocionada mãe. Atualmente, o câncer em Railane está estabilizado, o que significa que não avançou, mas não regrediu ainda, sendo preciso continuar com o tratamento por um bom tempo ainda.

Fé e determinação

Uma característica que encanta na jovem é a vontade de viver e a certeza da cura. A mãe conta que quando se encontra nos momentos de mais angústia, é com a própria filha que vai conversar. “Ela diz: calma mãe, vai dar tudo certo e eu vou ficar curada em nome de Jesus”, explica. Além do tratamento contra a doença, a família tem enfrentado problemas financeiros que comprometem o mais básico, que é alimentação e a compra dos remédios para o tratamento.

As vendas de cosméticos se tornaram raras por conta da pandemia e devido a Paula ter que cuidar de forma integral da filha, que precisa de cuidados e ser levada para as consultas e exames rotineiros. O marido chega a pedalar até a cidade de Senador Guiomard para limpar um quintal, mas mesmo assim não é suficiente para colocar comida dentro de casa.

Outro grave problema é que o governo federal deixou de fornecer alguns medicamentos que são imprescindíveis para que Railane vença o câncer. O jeito é a família se virar para comprar. “Railane, além da medicação, tem uma dieta especial por conta da doença. Aí, se a gente compra as coisas dela que são integrais e naturais, falta para o restante da família. Se a gente comprar para todo mundo, ela não pode ficar sem a dieta por causa do tratamento. É complicado demais porque ainda tem os remédios”, explica Paula.

A mãe da menina se desmancha em lágrimas ao ouvir da filha que espera um natal “saboroso”. “É difícil porque quando a gente olha para as fotos antigas, a família reunida, a mesa farta, não é fácil”. No entanto, você pode fazer o Natal de Paula, Railane e da família bem mais feliz. Basta se juntar ao ac24horas nesta campanha e doar um sacolão ou a quantidade de alimentos que puder e fazer mais uma família feliz neste fim de ano.

Os interessados em doar podem entrar em contato com os números 68 9936-8674 (apenas whatsapp), 68 98112-2824, ou falar com a própria Paula pelo número 68 99282-6063 e combinar a entrega no bairro Alto Alegre, onde mora a família.

fonte: ac24horas