seg. maio 23rd, 2022

Homem foi preso nesta terça-feira (24) em Mâncio Lima pela Polícia Civil e confessou crime. Primeira vítima tinha 13 anos na época do início dos abusos.


Homem foi preso em flagrante nesta terça-feira (24) e confessou o crime — Foto: Arquivo/Polícia Civil

Homem foi preso em flagrante nesta terça-feira (24) e confessou o crime — Foto: Arquivo/Polícia Civil

Um homem de 46 anos foi preso em flagrante nesta terça-feira (24) por estupro de vulnerável em Mâncio Lima, interior do Acre. Segundo a Polícia Civil, ele é suspeito de abusar sexualmente das duas enteadas, uma de 16 e outra de 13 anos.

Ainda conforme as investigações, o suspeito abusava da menina mais velha desde quando ela tinha 13 anos. No último domingo (22), essa vítima viu o padrasto abusando da irmã caçula. Assustada, ela contou para um irmão, que denunciou o caso para a mãe deles.

A mulher, então, procurou a delegacia da cidade e relatou os fatos nesta terça. Após ter ciência do caso, o delegado Obetâneo dos Santos pediu o exame de conjunção carnal e comprovou os abusos. com o resultado. O delegado encaminhou uma equipe para prender ainda em flagrante o suspeito.

“Ele tinha se embrenhado dentro da mata e, com ajuda de um morador, prendemos ainda em flagrante. O entendimento que tenho do caso é esse: se a vítima está no mesmo local e à disposição dele, a lesão acontece todos os dias. Além de fazer o flagrante também representei pela prisão preventiva”, frisou.

Santos falou também que, a caminho da delegacia, o suspeito confessou para os policiais que abusou mesmo de uma das adolescentes. Já na delegacia, durante o interrogatório, ele acabou confessando os crimes.

“Mas, temos o exame de conjunção carnal que comprovou o abuso. Amanhã [quarta, 25] vou conversar com a assistência social e a psicóloga para a gente dar uma atenção às vítimas”, acrescentou.

Mãe vai ser ouvida

A polícia descobriu também que a mãe das vítimas e o suspeito estão em processo de separação, mas que ainda moram sob o mesmo teto. Conforme o delegado, o homem mantinha residência na casa com interesse nas vítimas.

À polícia, a mãe comentou que estava percebendo algo estranho no companheiro, porém, não tinha certeza da situação. Ela deve ser ouvida pela polícia novamente.

“Estava procurando as meninas para as relações sexuais com ele”, lamentou.

fonte: g1 acre