• sáb. fev 24th, 2024

PERIGO: Menina de 4 anos é atacada por pitbull em entrada de igreja e quase tem orelha decepada.

ByEdnardo

mar 1, 2023

 

Menina de 4 anos é atacada por pitbull em entrada de igreja e quase tem orelha decepada: ‘Muito aflitas’, diz avóAvó caminhava com a menina, de 4 anos, e outra neta quando avistaram o animal na rua. Ao entrarem na igreja, o animal reapareceu e atacou a criança. Menina segue internada no Hospital da Criança, em estado estável.

Uma menina de 4 anos foi atacada por um cachorro da raça Pitbull quando ia à igreja com a avó no bairro Calafate em Rio Branco, na última quinta-feira (23), e quase teve uma orelha decepada. Ao g1, a avó, Ana Paula Cardoso, contou que Heloisa segue internada no Hospital da Criança, e o estado de saúde é estável.

Ana Paula explicou que caminhava com a menina de 4 anos e uma outra neta, de 5, rumo a uma igreja próxima à casa delas, quando avistaram o cachorro na rua. Elas se apressaram para entrar logo no local, até que um menino apareceu e confirmou ser o dono do animal. Quando tudo parecia resolvido, o Pitbull reapareceu e atacou Heloisa.

“Foi na hora que a gente ia entrando na igreja. Quinta-feira, às 19h, 20h, por aí. Minha casa é na esquina, a igreja é na outra. Eu ia com elas, e aí ele veio, meio desorientado, e foi no rumo delas. Crio duas netas, uma de 5 e outra de 4, que foi a atingida. Eu alertei, e aí ele afastou, nos apressamos e vimos um menino. Eu perguntei se o pitbull era dele, ele disse que sim. Eu falei que o pitbull tinha quase mordido a minha neta, e o garoto pediu desculpas. Ele foi em direção ao cachorro, e aí eu pensei que estava tudo resolvido. Quando nós fomos entrar na igreja, ele veio ao lado dela e mordeu, bem no ombro e na orelha”, relata

Ainda segundo a avó, a criança foi arrastada da entrada da igreja até um trecho da calçada, mais à frente. Outros frequentadores da igreja tentaram intervir, mas o cachorro não soltou a menina.

“Ela sangrou, mas não chorou nem nada. Ele começou a sufocá-la, enforcou. Eu gritei que ele estava matando ela, o pastor já tinha subido e segurado as orelhas dele, e quando ela estava sufocando, resolvi tirar o vestido dela. Aí ele soltou. Peguei ela no braço, toda ensanguentada, um pastor ficou segurando o cachorro, até que chegou uma moça de 15 anos, que é da família dona do animal e trouxe a coleira. E eu fui com um outro pastor pro hospital, e conseguimos salvá-la, com o poder de Deus, e também do homem”, ressalta.

Ainda segundo Ana Paula, a dona do pitbull prestou auxílio à menina após o ataque, e não está mais com o cachorro. Os médicos recomendaram que a família acompanhasse a situação do animal, para o caso de apresentar sintomas de alguma doença, mas eles só têm recebido informações repassadas pelos responsáveis.

Após o incidente, a menina ficou assustada, mas se recupera bem da cirurgia e dos pontos feitos por conta dos ferimentos. Para a família e os médicos que a atenderam inicialmente, a sobrevivência de Heloisa é um milagre.

“Quando ela acordou, disse ao pai: ‘O cachorro lá na igreja comeu minha orelha’. Ela disse que não queria mais ir pra igreja, estava assustada. E eu também, muito aflita. Não foi fácil. Está com muitos pontos, na hora que ele mordeu, rompeu uma artéria, mas graças a Deus conseguiram contornar. Foi um milagre, até a médica que a atendeu no Pronto Socorro, a viu no Hospital da Criança e se emocionou, disse que foi um milagre”, conta Ana Paula.

FONTE:G1/Ac

By Ednardo