qua. maio 25th, 2022

Uma denúncia levou a Polícia Civil do Amazonas até um homem, de 26 anos, suspeito de compartilhar imagens sexuais de crianças e adolescentes. Ele foi preso na manhã desta terça-feira (19) na residência dele, localizada no bairro Zumbi II, zona leste da capital, durante a Operação Angelus.

Segundo a Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) cerca de 160 mídias pornográficas foram encontradas no computador pessoal do suspeito. Durante a operação, foram apreendidos ainda três celulares, dois computadores e um notebook.

A delegada titular da especializada, Joyce Coelho, afirmou que, inicialmente, a operação seria de busca e apreensão, mas uma decisão judicial atendeu ao pedido para examinar o conteúdo apreendido durante a ação.

“Acompanhados da perícia criminal, conseguimos identificar numa rápida vistoria cerca de 160 mídias de cunho pornográfico envolvendo crianças abaixo de 10 anos de idade, até bebês, inclusive cenas de zoofilia. Estava ali comprovada a materialidade, foi dada voz de prisão para ele”, explicou a delegada durante uma entrevista coletiva realizada na manhã desta terça.

O suspeito foi interrogado e preso em flagrante pelo crime de armazenamento e compartilhamento de material com conteúdo de pornografia infantil. De acordo com Joyce Coelho, ele chegou a negar o crime, mas depois confessou, relatando como baixava as mídias do aplicativo, e em seguida compartilhava em grupos e fóruns na internet.

A delegada afirmou ainda que o suspeito confessou ser pedófilo, mas negou a prática de estupro de vulnerável. No entanto, esse crime também será investigado.

“Como a gente já vinha com monitoramento, há indícios de que ele tenha abusado sexualmente de crianças do convívio dele, nesse sentido essas crianças vão ser ouvidas, se confirmado a gente vai ter outro inquérito envolvendo a prática do estupro de vulnerável”, acrescentou.

A pessoa que denunciou o homem teria sido abordada pelo suspeito, perguntando se ela tinha interesse nesse tipo de mídia, e se ela teria contato com crianças, para que ele pudesse ter encontros amorosos.

Por Contilnet