seg. jun 27th, 2022

Análise psicológica apontou que suspeito tem transtornos mentais e deve ser encaminhado ao Hosmac. Na Delegacia de Flagrantes o suspeito preferiu manter-se em silêncio

 

Um vídeo de uma câmera de segurança mostra o momento em que Luiz Nicácio de Souza, de 63 anos, mata com uma paulada o morador de rua Felipe da Silva Oliveira, de 18 anos, na manhã de quarta-feira (9) no bairro Dom Giocondo em Rio Branco.

 

Nas imagens, o idoso aparece caminhando até a parada de ônibus, onde a vítima e o irmão dormiam, já com um pedaço de madeira na mão. Espera os carros passarem para atravessar a rua e em seguida dá um golpe no morador de rua que dormia na calçada.

A vítima parece não se mover após o golpe. Ele então caminha e ataca também o irmão do morador de rua, que estava dormindo no banco da parada, mas ele levanta e consegue se defender. Depois disso, o idoso sai como se nada tivesse acontecido. Souza foi preso em flagrante logo após cometer o crime pelos policiais do Batalhão de Trânsito.

Na Delegacia de Flagrantes (Defla) o suspeito preferiu manter-se em silêncio. Ele já tem outros processos de violência doméstica e ameaça. Nesta quinta-feira (10), o preso passou por uma avaliação psicológica.

Idoso mata morador de rua que dormia em parada de ônibus  — Foto: Reprodução

Idoso mata morador de rua que dormia em parada de ônibus — Foto: Reprodução

Segundo o relatório, o idoso vive em situação de rua há vários anos, com cadastro institucional no Centro POP.

“Ao atendimento Psicossocial, foram comprovados episódios de desorientação psíquica e indícios de transtorno mental, o que foi confirmado posteriormente pela equipe do Núcleo de Atendimento Terapêutico (Natera), que já faz acompanhamento social dele”, diz.

A equipe disse ainda que ele informou ter três irmãos, mas que não é possível saber se a informação é verdadeira ou fruto de alucinações. A psicóloga orienta ainda para um possível encaminhamento para o Hospital de Saúde Mental do Acre (Hosmac).

O delegado Robert Alencar, da Defla, disse que as equipes estão em diligência para encontrar o irmão da vítima, que também aparece nas imagens sendo agredido. Como o suspeito não quis falar, isso deve ajudar a esclarecer a motivação do crime.

fonte: g1acre